Avançar para o conteúdo principal

Vamos acelerar


Como é do conhecimento geral os telemóveis Android têm um sensor designado de acelerómetro.
Este sensor permite avaliar os movimentos a que o dispositivo está sujeito num sistema de três eixos.
O eixo dos x permite avaliar a inclinação do dispositivo para a esquerda ou para a direita. O eixo dos y é controlado pela inclinação do dispositivo para a frente ou para trás. O eixo dos z reflete o movimento para cima e para baixo.





Para este pequeno projeto vamos fazer um labirinto cujo objetivo é levar uma esfera até ao buraco inclinando o dispositivo tal como  se se trata-se um jogo físico.



Primeiro vamos criar um projeto novo.

Na atividade principal (MainActivity) vamos implementar uma função que fica associada ao sensor, é o que se designa por SensorEventListener.

Assim alteramos a declaração da class para

       public class MainActivity extends Activity implements SensorEventListener{

De seguida na função onCreate temos de "capturar" o sensor, para isso criamos um objeto SensorManager e outro objeto Sensor.


        mSensorManager = (SensorManager) getSystemService(Context.SENSOR_SERVICE);
        mSensor = mSensorManager.getDefaultSensor(Sensor.TYPE_ACCELEROMETER);
        mSensorManager.registerListener(this,mSensor,SensorManager.SENSOR_DELAY_NORMAL);


Posto isto temos de implementar a função onSensorChanged, que vai receber os valores do sensor sempre que este sofrer alterações.


public void onSensorChanged(SensorEvent event) {
//recolher os três valores para as variáveis
x=event.values[0];
y=event.values[1];
z=event.values[2];
}

Com estas funções implementadas vamos passar à fase gráfica, para implementar a interface vamos utilizar uma ImageView que depois associamos ao xml do layout do programa.

Vamos, então, adicionar uma class nova que vai implementar a lógica e os gráficos.

public class ecran extends ImageView{

Nesta class vamos implementar a função onSizeChanged que vai permitir saber o tamanho do ecrã, para, em função desse tamanho, implementarmos as paredes do labirinto.

Precisamos, ainda, da função onDraw, que além de desenhar tudo no ecrã vai calcular a posição da esfera em função dos valores do sensor. Como o sensor é controlado na MainActivity é necessário implementar três métodos públicos na MainActivity para podermos aceder aos valores do sensor.
Primeiro um método que nos dá a instancia atual.


public static MainActivity getInstance(){
return instance;
}

Este método vai permitir à class ecran, que é a que desenha no ecrã do dispositivo, ter acesso aos outros dois métodos, um que devolve o valor x e outro para o valor y do sensor.


public float getX()
{
return x;
}
public float getY()
{
return y;
}
No projeto também está implementado o método para o z mas não é utilizado.

Para as paredes do labirinto criei um vetor de retângulos.
As paredes são definidas por código e desenhadas com a cor vermelha.

A função principal é a onDraw que trata de:
1º desenhar o buraco de saída do labirinto.
2º desenhar as paredes.
3º receber os valores da inclinação do dispositivo.
4º calcular a nova posição da esfera calculado se esta bate em alguma parede.
5º se a esfera está suficientemente perto do buraco para declarar vitória.

Por fim o layout da atividade que fica assim:

<LinearLayout xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
    xmlns:tools="http://schemas.android.com/tools"
    android:layout_width="fill_parent"
    android:layout_height="fill_parent"
    android:orientation="vertical"    
    android:background="#FFFFFF">
    <edu.pjcferreira.labirinto.ecran
        android:id="@+id/ecran"
        android:layout_height="fill_parent"
        android:layout_width="fill_parent"/>
</LinearLayout>


É um layout linear que associa a class ecran ao ecrã.

Em resumo: este projeto demonstra como desenhar no ecrã utilizando as funções gráficas do sistema operativo Android, desde imagens a figuras geométricas bem como escrever texto e ainda a utilização do sensor acelerómetro.

O projeto e a aplicação.




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vamos fazer um carro com o Unity 3D

Neste artigo vamos fazer um carro, simples, com o Unity 3D. A ideia é utilizar o motor de física do Unity 3D para simular o comportamento do carro. Os passos a seguir são: [1] - Criar um projeto novo

C# IEnumerable e IEnumerator

Neste artigo vamos aprender como utilizar a interface IEnumerator por forma a permitir utilizar um ciclo foreach num conjunto ou coleção de dados. A maior parte das coleções (listas e outras) já implementam a interface, mas neste caso vamos personalizar a maneira como percorremos a lista. Quando utilizamos código assim: foreach(Class c in Collection) { ... } O compilador converte este código em algo assim: IEnumerator cc = Collection.GetEnumerator() while(cc.MoveNext()) { c=(Class)cc.Current; ... } Ao implementar a interface IEnumerable significa que a classe implementa uma versão da função GetEnumerator() que deve devolver uma classe que implemente a interface IEnumerator. Vamos explorar um exemplo. Começamos pela classe client Esta classe permitirá guardar os dados dos clientes, existindo um campo para indicar se o cliente ainda está ativo ou não. De seguida temos uma classe que define uma lista de clientes e que implementa a interface IEnumerable que de

React - Introdução

 Neste post vamos fazer uma breve introdução ao React. React é uma framework javascript e por isso é importante ter conhecimentos desta linguagem de programação para melhor compreender o seu funcionamento. O que é necessário? Para construir páginas com React é necessário ter instalado a framework Node e o seu instalador de packages o npm. Com o Node instalado basta abrir uma janela da linha de comandos, eu aconselho utilizar o novo Windows Terminal ou o Cmder . Na sua linha de comando escolhida execute o comando: npx create-react-app Tutorial01 Este comando vai criar uma pasta com o nome Tutorial01 e instalar dos os ficheiros necessários para construir a sua primeira aplicação React dentro dessa pasta. De seguida entramos na pasta criada com o comando: cd Tutorial01 E iniciamos a aplicação com o comando: npm start Deve conseguir ver uma página com o seguinte aspeto: A partir daqui, até fechar a linha de comando, todas as alterações feitas aos ficheiros da sua aplicação são automaticam